domingo, 22 de abril de 2007

Um pouco sobre Inteligência Artificial !!


“A reportagem “Brasileiro Voador” (CartaCapital 376, págs. 8 a 13), assinada pelo jornalista Flavio Lobo, traz um perfil do cientista Miguel Nicolelis e mostra o empenho do pesquisador brasileiro em desenvolver mecanismos de interação entre a mente humana e as máquinas. Os experimentos citados na matéria jornalística, mesmo que indiretamente, contribuem para o avanço dos estudos sobre a chamada Inteligência Artificial. Para entender melhor esse conceito, uma rápida volta no tempo pode ser bastante útil. Na década de 60 no desenho animado Os Jetsons, no qual uma família é servida por uma empregada-robô. Rose não só faz todo o serviço doméstico, como também interage com os seus donos, conversando e participando plenamente da vida familiar. Seu principal atributo não é a execução de tarefas básicas – lavar roupa, varrer a casa, etc. Isso faria do robô apenas um eletrodoméstico a mais. O que a singulariza é a sua capacidade de entender e elaborar instruções. E de interagir com seres humanos como se fosse um. O horizonte da Inteligência Artificial está todo contido nesta fantasia ficcional: a criação de uma entidade com inteligência ou personalidade humana, sem ser humana.”

Mais adiante surge a pergunta: “O que distingue a Inteligência Artificial da Ciência da Computação?” e podemos afirmar que a IA trabalha com comportamento inteligente na sua criação, enquanto que na ciência da computação temos apenas “automatização de procedimentos." (...) Um sistema inteligente toma decisões, recorre a informações não previstas originalmente e pode chegar a conclusões inesperadas, o que não ocorre num programa desenvolvido para realizar determinados procedimentos. O software não interage e na IA existe a interação.

Texto extraído do site "Carta na Escola"

Leia mais sobre Inteligência Artificial:

Inteligência Artificial na Educação

Inteligência Artificial, Educação de Crianças e o Cérebro Humano

Inteligência Artificial além dos limites do homem

Inteligência Artificial - Mito e Ciência

Nenhum comentário: